Artigo 03

Livedo reticularis is a marker for predicting multi-system thrombosis in antiphospholipid syndrome”

Clinical and Experimental Rheumatology 23: 499 – 504, 2005-11-27

O artigo descreve um estudo retrospectivo em que foi feita a avaliação da prevalência de Livedo reticularis (LR) num grupo de doentes com Síndrome antifosfolipídica (SAF) e a sua associação com alguns aspectos clínicos dessa síndrome.

Foram estudados 308 doentes com SAF.

Para todos os doentes foram registados os episódios anteriores de trombose venosa e arterial e a sua associação com LR e trombose sistémica.

Destes doentes, em 16% tinha sido observado LR aquando do diagnóstico de SAF. Houve uma associação significativa do LR com patologia valvular cardíaca, AVC, migraine e epilepsia.

Não foi demonstrada qualquer associação do LR com trombose venosa ou complicações da gravidez.

Os autores concluem que o LR é frequente nos doentes com SAF e que esta associação condiciona um maior risco de trombose.

O assunto tratado no artigo e a hipótese proposta para esta relação entre LR e SAF são interessantes e parece não haver muitos estudos sobre o tema. No entanto, as conclusões retiradas destes resultados não são, objectivamente, muito consistentes.

A leitura crítica deste artigo será, mesmo assim, sempre produtiva como estímulo para a investigação da relação entre estas duas situações, na prática clínica.

Lèlita Santos